Evite os 5 erros comuns que empreendedores iniciantes cometem

Abrir um negócio próprio é o desejo de parcela expressiva da sociedade, que encara isso como oportunidade de driblar a crise e conseguir uma renda significativa. Entretanto, para conquistar sucesso na tarefa é preciso considerar algumas variáveis e, claro, impedir os clássicos erros que são cometidos, sobretudo, por empreendedores iniciantes.

Se interessou pelo assunto e quer saber mais? Então, não perca mais tempo e conheça de antemão os 5 erros mais comuns, que devem ser evitados a qualquer custo! Confira:

1. Abrir um negócio sem o registro

Na ânsia de inaugurar logo a empresa, os empreendedores de primeira viagem acabam pulando alguns processos, como registrar devidamente a firma, seguindo os trâmites legais.

Tal característica é um tiro no pé, já que o proprietário ficará sem nenhum respaldo legal, caso aconteçam imprevistos.

Além do mais, empresas não formalizadas não têm o direito de realizar empréstimos públicos com juros mais baixos, não conseguem solicitar máquinas de cartão de crédito e não têm a possibilidade de emitir notas fiscais, devido à falta do CNPJ.

Todos esses pontos negativos com certeza dificultarão a permanência da empresa no mercado. Por isso, peça a ajuda de profissionais, como de uma consultoria contábil, para obter as instruções corretas e, assim, fazer com que seu negócio seja aberto totalmente dentro das leis vigentes.

2. Deixar de lado a análise de viabilidade

Para não ocorrer erros, coloque todas as ideias e planos no papel e veja a viabilidade do negócio, atentando-se às seguintes questões: investimentos, mão de obra, custos organizacionais, instalações, capital de giro e outros itens inerentes ao funcionamento do empreendimento. Somente assim é possível certificar-se de que a empresa não terá prejuízos.

Lembre-se que nos primeiros meses é normal manter uma equação neutra, ou seja, não ficar no verde e nem no vermelho, já que você ainda estará arcando com várias despesas relacionadas à abertura do estabelecimento. Porém, depois de um tempo, esta conta obrigatoriamente deve ser positiva. Caso contrário, reavalie todo o negócio.

3. Esquecer de controlar as finanças

Parece um tanto quanto óbvio, entretanto alguns não dão a devida atenção à organização financeira, deixando o caixa totalmente desordenado. É incontestável que o setor financeiro deve ser controlado minuciosamente – afinal, só assim é possível saber a rentabilidade do empreendimento e até que ponto ele está sendo vantajoso, certo?

Então, ao descuidar dessa área, não há dúvidas de que toda a empresa será afetada. Imagine só a situação: deixar de comprar produtos e equipamentos essenciais, pois não há dinheiro o suficiente no caixa. Percebe, neste contexto, o quão nociva pode ser a falta de um controle do fluxo financeiro?

Mas não há motivo para pânico: para conseguir manter as finanças atualizadas e corretas, basta utilizar planilhas simples, capazes de armazenar todos os dados relacionados à entrada e saída de verbas.

4. Abdicar-se do planejamento estratégico

Este é outro erro muito comum e frequente. Ao colocar em mente o tipo de estabelecimento pretendido, os empresários simplesmente se esquecem de elaborar um plano de negócios eficaz e compatível com a sua realidade, o que traz prejuízos imensuráveis, como a própria falência.

O ideal aqui é criar um planejamento estratégico, englobando metas e objetivos a curto, médio e longo prazo, além de traçar os vários quadros possíveis para o empreendimento. Não se esqueça, ainda, de levar em consideração questões que diferenciam a sua empresa dos demais concorrentes.

5. Não investir em qualificação profissional

Em um mundo contemporâneo marcado por conceitos que se atualizam a cada instante, não apostar em cursos de aperfeiçoamento é um erro quase imperdoável, que não só prejudicará o desenvolvimento da empresa, como também pode acarretar em processos organizacionais mais lentos e burocráticos.

Por isso, esteja sempre atento às novidades do mercado e invista em meios de capacitação para garantir um resultado ainda melhor, já que para gerenciar eficientemente um negócio é preciso atrelar os conhecimentos teóricos aos práticos.

Claro que não existe uma fórmula mágica para obter sucesso. Contudo, evitando os erros citados acima, as chances de alavancar de vez o seu negócio aumentarão e muito. Pode apostar!

Agora que já sabe quais deslizes os empreendedores iniciantes devem evitar, conte para nós o que achou do conteúdo. Ele foi útil? Deixe um comentário!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.